O Fórum de Monitoria do Orçamento (FMO) exige a publicação do relatório completo sobre as dívidas ocultas de Moçambique. Em comunicado publicado em Junho (2017), a sociedade civil afirmou que "a falta de publicação do relatório da auditoria agora, impede qualquer ação da sociedade civil e viola o dever legal do Ministério Público de defender o interesse público", refere o comunicado.

O Centro de Aprendizagem e Capacitação da Sociedade Civil (CESC) congratula o Parlamento moçambicano pela ratificação, no dia 9 de Março corrente, da Carta Africana Sobre Democracia, Eleições e Governação (CADEG), adoptada em 2007 pela União Africana (UA) e assinada por Moçambique em 2010.

No âmbito da sua campanha “Minha União Africana” iniciada em Maio de 2015, o Centro de Aprendizagem e Capacitação da Sociedade Civil (CESC) escalou em Março deste ano o distrito de Chibuto, província de Gaza, para interagir com estudantes da Escola Superior de Negócios e Empreendedorismo do Chibuto (ESNEC) da Universidade Eduardo Mondlane (UEM).

Em Mandlakazi e Guijá, o CESC apoiou na constituição dos comités, eleição da liderança dos órgãos, bem como na criação dos grupos de trabalhos. No âmbito da sua missão de estimular a participação activa das comunidades, em particular do cidadão, na gestão do dia-a-dia das Unidades Sanitárias (US), o Centro de Aprendizagem e capacitação da Sociedade Civil (CESC) revitalizou e capacitou os membros de 12 Comités de Co-Gestão (CCG) das US em Chibuto, Mandlakazi e Guijá, na província de Gaza.

Maputo foi palco, a 27 de Maio último, de uma conferência Internacional sobre a União Africana. A mesma enquadra-se no âmbito da celebração do dia de África (25 de Maio) e teve como tema de fundo “A União Africana Centrada no Cidadão: Desafios e Oportunidades”.

Newsletter

Parceiros financiadores:

usaiddiakoniaagirsueciapaisesbaixosdanidaswiss

governopaaneueukaidirishaidcounterpart