Uniao PrematuraO Centro de Aprendizagem e Capacitação da Sociedade Civil (CESC) realizou, no dia 05 de Fevereiro, no distrito de Lago, em parceria com a Procuradoria Provincial do Niassa, um workshop sobre a Prevenção e Combate à Corrupção e Uniões Forçadas.

A iniciativa visa, por um lado, mobilizar e consciencializar os gestores públicos, agentes económicos, organizações da sociedade civil e a comunidade para promoção da gestão correcta das finanças públicas através da prevenção e combate à Corrupção, bem como promover a sua contribuição na protecção da rapariga através da divulgação da nova lei sobre prevenção e combate às Uniões Precoces.

Na abertura do encontro, o administrador do distrito de Lago, David Machimbuku, elogiou a iniciativa por ser um espaço de referência para partilha de aprendizagem sobre o combate à corrupção e seus efeitos negativos na função pública.
Para ele, “as instituições, em particular os gestores, devem ser exemplares na observância da legislação e na prevenção e combate a corrupção, assim como as uniões prematuras.

Por seu turno, o Gestor provincial do CESC, em Niassa, Salvador Rabissone, defende que para que haja melhoria da qualidade dos serviços públicos os cidadãos devem estar conscientes sobre os seus direitos e deveres, incluindo as leis de modo que ao identificarem actos ilícitos por parte dos provedores públicos saibam denunciar ou ao envolverem-se em actos de corrupção saibam que incorrem em consequências legais.

O encontro que contou com o apoio da DIAKONIA, União Europeia e Centro de Formação Jurídica Judicial contou com a participação de membros do Governo do Distrito, Serviços Distritais, gestores das Escolas, Polícia da República de Moçambique, Agentes Económicos, Técnicos de Saúde, Chefes dos Postos Administrativos e Localidades, Organizações da Sociedade Civil, Lideres Religiosos, Líderes comunitários, alunos, entre outros.

Newsletter

Parceiros financiadores:

usaiddiakoniaagirsueciapaisesbaixosdanidaswiss

governopaaneueukaidirishaidcounterpart